Unidades Assistenciais

Unidade de Emergência

Centro de Terapia Intensiva

O CTI do Hospital Pró-Cardíaco, que carrega o nome do fundador da instituição, Dr. Onaldo Pereira, desenvolve um trabalho de excelência com resultados reconhecidos pela comunidade científica há mais de 25 anos e, até hoje, é coordenado pelo mesmo médico. Concentra os pacientes mais graves, as tecnologias mais avançadas e uma equipe multidisciplinar altamente especializada e treinada.

Hoje, a Unidade conta com 21 médicos graduados com mais de dez anos de experiência, em média, além de 80% da equipe titulada em Terapia Intensiva pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira (Amib). Todos possuem ao menos duas das seguintes especialidades: Terapia Intensiva, Pneumologia, Cardiologia, Nefrologia, Nutrologia e Oncologia. A equipe é formada ainda por 46 enfermeiros, 69 técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, psicólogos, fonoaudiólogos, nutrologistas e nutricionistas.

A Unidade é dividida em CTI-1 CTI-2 e tem um total de 24 leitos: 16 no CTI-1 para a alocação de pacientes graves, e outros oito no CTI-2, voltado para o cuidado de pacientes crônicos e mais estáveis, com diagnósticos de menor gravidade. Todos os ambientes visam o máximo de conforto e privacidade e o mínimo de estresse para o paciente e o familiar no período da internação.

Os quartos são individuais, espaçosos, com tratamento antirruído, ar-condicionado com filtro de alta eficiência de purificação e persianas que combinam vigilância e privacidade, instaladas nas portas e vidros que se comunicam com os corredores. Cada quarto tem banheiro exclusivo, acesso à TV e projeto arquitetônico que busca um clima mais acolhedor e menos hospitalar.

Pioneirismo

O CTI do Pró-Cardíaco foi um dos primeiros centros brasileiros de excelência em saúde a permitir a presença de familiares na Unidade, principalmente nas situações de internações sem alta pré-definida, por acreditar na importância desta proximidade para a recuperação do paciente. O sistema de visitação tem horários flexíveis para evitar barreiras à interação do paciente com sua família.

Desde 2005, o CTI do Hospital também é destaque no país pela realização do monitoramento de hemostasia, trombose e transfusões de sangue com a técnica da tromboelastometria rotacional à beira-leito. Este moderno diferencial ajuda os profissionais a alocar com segurança a reposição de sangue e componentes, sobretudo nas situações de emergências hemorrágicas, e contribui para limitar e otimizar as transfusões. Além do mais, orienta na distinção entre os estados de hipercoagulabilidade e riscos de trombose. Naquele mesmo ano, a Unidade incorporou o conceito de monitorização minimamente invasiva e foi a primeira instituição brasileira a ter os equipamentos para o procedimento (sistema LidCO®) em suas unidades.

Em 1992, o CTI do Pró-Cardíaco foi pioneiro ainda na introdução de técnicas avançadas em ventilação mecânica e hemodiálise para pacientes muito graves. Hoje, conta métodos exclusivos nestas duas áreas e segue em constante aperfeiçoamento.

Coordenação Centro de Terapia Intensiva: Dr. Rubens Costa Filho
Coordenação de Enfermagem: Enf. Marcela Calomeni Fernandes Garrido

Unidade de Pós-Operatório – UPO / CTI Cirúrgico

Unidade Coronariana

Unidade Semi-Intensiva I (USI-I)

Unidade Semi-Intensiva II (USI-II)

Unidade Semi-Intensiva III (USI-III)

Unidade Clínica

Day Clinic